Centro Tecnológico da L’Oréal

Não importa onde você viva ou o que faz da vida, uma coisa é certa: a L’Oréal é uma das poucas multinacionais que dispensa apresentações a quem quer que seja. Fundada em 1909, a empresa dedica-se à produção de cosméticos para cabelos, além de perfumes, protetores solares e produtos dermatológicos diversos.

Sua sede principal é em Clichy, na França, mas, recentemente, a empresa projetou um Centro de Pesquisa e Inovação na Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro. O Centro, criado para o desenvolvimento de diversos produtos que atendam às expectativas de beleza dos consumidores brasileiros, foi inaugurado em 24 de outubro de 2017.

Com uma área total de 16.000 m² para atender a um contingente aproximado de 245 funcionários, a edificação de três níveis foi projetada para atuar como laboratório de pesquisa e inovação da L’Oréal Brasil, além de incluir áreas de apoio como escritórios, depósitos, recepção e outros ambientes comuns de uma sede de grande empresa.

Ficamos felizes em ter participado ativamente do processo de climatização do Centro de Pesquisa e Inovação da L’Oréal. Entregamos um resultado à altura da imagem dessa importante – e inspiradora – multinacional.

Atuação da Heating & Cooling no projeto L’Oréal

Se para uma zona de escritórios e estações de trabalho a climatização é um ponto importante, imagine para uma área de laboratórios e centros de pesquisa. Esse é um ambiente onde tudo deve ser detalhadamente controlável para que não se percam amostras ou trabalhos inteiros. Por isso, o Centro de Pesquisa em questão precisava contar com Sistemas de Climatização e Ventilação Mecânica, operando com excelência e em tempo integral para atender às necessidades do complexo.

Foi aí que entramos com a nossa expertise: o Sistema de Climatização adotado para a instalação foi o de “expansão indireta do fluido refrigerante”, que contava com a utilização de chillers com condensação a ar, bombas hidráulicas, condicionadores de ar tipo Fancoils, Fancoletes e vigas frias. Isso tudo, claro, além de toda a infraestrutura necessária para interligação e integração dos componentes do sistema, que totalizam uma capacidade de refrigeração de 600 TR.

Para o Centro de Pesquisa e Inovação da L’Oréal foram projetados, também, esquemas de pressurização de ambientes capazes de evitar a transferência de odores entre salas. Esse sistema era garantido pelo zoneamento e agrupamento de cada cômodo, por meio de equipamentos de ponta utilizados pela Heating & Cooling.

Resultados nas salas do Centro de Pesquisa

O sistema de climatização instalado pela Heating & Cooling gerou uma série de áreas beneficiadas por esse serviço, com alguns destaques pontuais que estão descritos para cada uma das salas:

Laboratórios Flexi-Labs

Com aproximadamente 700m², os laboratórios “Flexi-Labs” estão localizados no primeiro nível da área de instalação. Para combater sua carga térmica, foi adotado o conceito de utilização de vigas frias, dimensionadas para atender a uma capacidade de 250 W/m².

Foram instalados sistemas de exaustão localizados, para atendimento das capelas (Fume hoods), e braços de exaustão (Snorkels). Ambas as soluções possuem descarga direta para fora do edifício, de forma a evitar a contaminação com os demais ambientes.

As diretrizes propostas, combinadas com pré-requisitos de qualidade de ar requeridas pelo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), determinaram que os laboratórios Flexi-Labs fossem condicionados com 100% de ar externo, ou seja, sem retorno de ar para recirculação, de forma que o ar exaurido pré-condicionaria o ar exterior admitido, por meio de trocadores de calor Ar-Ar do tipo Cubo, selecionados para evitar contaminação cruzada entre os fluxos.

Salas Evaluation

Nas salas “Evaluation”, as fórmulas e os produtos resultantes de pesquisas da L’Oréal são submetidos a avaliações sensoriais, instrumentais e clínicas, bem como ao teste do consumidor.

Essas áreas possuem sistemas de climatização diferenciados por níveis de utilização e classificados como “Conforto”, “Médio”, “Severo” e “Muito Severo”, que determinam as condições de temperatura e umidade desses ambientes, bem como o tipo de equipamento utilizado.

As salas classificadas como “Conforto” são atendidas por condicionadores do tipo Fancoil, operando com 100% de ar externo, instalados no nível 0 e compostos de dutos e bocas de ar para promover a climatização. Um sistema de exaustão, constituído por ventilador, rede de dutos e grelhas de exaustão, opera concomitantemente com o condicionador de ar e garante uma ligeira pressão negativa em cada ambiente, o que evita o escape de fragrâncias dos ambientes para a circulação.

Já as salas classificadas como “Médio” são atendidas por condicionadores do tipo Fancoil. Algumas delas têm recirculação de ar e outras possuem sistema de exaustão constituído por ventilador, rede de dutos e grelhas de exaustão, que também operam concomitantemente com o condicionador de ar, e garantem uma ligeira pressão negativa em cada ambiente – evitando, assim, o escape de odores para a área de circulação de ar.

Por fim, as salas classificadas como “Severo” e “Muito Severo” são atendidas por condicionadores de ar dedicados, do tipo Fancoletes “built in”, instalados acima do forro do ambiente. O ar externo para essas áreas é filtrado e resfriado por um condicionador de ar dedicado, que conduz o ar tratado a cada ambiente através de dutos e grelha de insuflação.

Áreas administrativas

As salas de escritório do Centro de Pesquisa e Inovação da L’Oréal Brasil possuem condicionadores de ar dedicados, do tipo Fancoletes “built in”, instalados acima do forro para promover a operação e controle de temperatura individual.

Lobby

Área climatizada por um condicionador de ar dedicado, cuja insuflação de ar é fornecida por grelhas no forro do nível 2. O retorno de ar, nesse caso, é feito por grelhas no forro do nível 1.

Áreas do PD Duplo

Essa zona é inteiramente climatizada por condicionadores de ar dedicados e instalados no nível 0, com a insuflação e o retorno de ar feitos por grelhas no forro do nível 1. Contudo, parte da vazão insuflada é retornada no nível 2 para atender a outras áreas de circulação nesse nível.

Banheiros

Para esses cômodos foi executada uma abordagem tradicional para exaustão, com reposição de ar através de grelhas no forro: o ar exaurido é conduzido direto para o exterior da edificação.

Áreas de alimentação (cozinha, restaurante e cafeteria)

Tanto o restaurante do Centro de Pesquisa quanto a cafeteria são climatizados para gerar conforto aos frequentadores desses espaços. O projeto foi desenvolvido através de um condicionador exclusivo, composto por dutos e bocas de ar.

Já a cozinha é dotada de um sistema de exaustão das coifas com lavagem de ar nas coifas de gordura. A reposição de ar é feita por caixa de ventilação com filtragem classe G4.

Nossa Contribuição

Participar deste projeto foi um grande desafio e, ao mesmo tempo, uma honra para a Heating & Cooling, que se alegra por fazer parte de mais uma etapa vitoriosa dessa marca que, com mais de cem anos de mercado, se esmera constantemente para agradar e resolver os problemas de seus fiéis consumidores.